Fontes energéticas Sistemas de conversão de energia Transporte e armazenamento de energia Equipamentos Utilização racional de energia Edifícios energéticamente eficientes Segurança

A história das energias

A história da energia é indissociável à própria história do universo, pois que este é, na sua essência, uma manifestação energética.
O Homem desde os tempos mais remotos que percebeu a importância da energia, primeiro pela necessidade instintiva de se alimentar, pois necessitava da energia contida nos alimentos. A descoberta das fontes energéticas propriamente ditas, deu-se com a descoberta da capacidade de “dominar” o fogo.

O fogo permitiu ao Homem primitivo explorar cavernas, proteger-se de predadores ou inimigos, cozinhar alimentos, construir utensílios ou mesmo aquecer-se. O domínio desta fonte energética foi de tal forma importante que condicionou o desenvolvimento da própria espécie.

Um ponto marcante na história da energia, foi quando o Homem passou a utilizar a energia dos animais que domesticava, para realizar os trabalhos mais pesados, como sejam arar a terra, transportar cargas, etc.
Outra descoberta energética revolucionária foi a invenção da roda , não por esta representar uma fonte energética nova, mas antes por utilizar energia de uma forma muito eficiente, se não vejamos a capacidade de carga no lombo de um animal de carga é cerca de 100 kg esse mesmo animal á capaz de puxar um carro de carga com cerca de 1.200 kg. Ao longo da história, a roda foi sucessivamente reinventada, de tal forma que se olharmos em redor encontramos rodas um pouco por toda a parte.

O desenvolvimento do engenho humano permitiu a utilização dos elementos naturais como fontes energéticas, o sol foi por exemplo empregue na extracção do sal, a energia da água em movimento foi aproveitada para accionar mecanismos e o que seria da navegação sem o vento a impulsionar os barcos.
Em 1769 o escocês James Watt iniciou uma nova revolução com a invenção de uma máquina que transformava a energia do vapor de água em energia mecânica. Naquele tempo usavam-se cavalos para retirar água das minas, Watt, para mostrar quantos cavalos podia a sua máquina substituir verificou que um cavalo muito forte podia elevar uma carga de 75 kg a um metro por segundo, criando assim a unidade cavalo vapor (Animação: O cavalo vapor).

O aperfeiçoamento da técnica, levou à produção de máquinas a vapor com muitos cavalos vapor de potência, de tal forma que por volta de 1850 era frequente encontrar máquinas a vapor a fazer o trabalho que outrora fora realizado por animais.
A energia disponibilizada pela máquina a vapor levou ao desenvolvimento de novos processos industriais, criando necessidades energéticas até então inexistentes. Desde essa altura até aos dias de hoje (decorridos cerca de 150 anos), surgiram, quase em catadupa, numerosos sistemas energéticos como sejam:

  • A energia eléctrica;
  • O motor de combustão interna;
  • Sistemas pneumáticos;
  • Sistemas hidráulicos;
  • A energia nuclear;
  • As energias renováveis;
  • As energias associadas ao hidrogénio;
  • ETC...

Deste pequeno texto, é fácil de perceber que desde os primórdios da Humanidade que a energia tem representado um papel preponderante no seu desenvolvimento. Neste momento estamos perante uma nova revolução energética que em muito pode condicionar o desenvolvimento futuro da Humanidade. Até 1970 o Homem procurou simplesmente suprir as suas necessidades energéticas, procurando sistemas cada vez mais potentes, esta escalada provocou uma pressão tal sobre o meio ambiente, a ponto de perigar os ciclos de regeneração natural. A consciência deste problema, leva a que neste momento se investiguem e implementem sistemas capazes de suprir as necessidades energéticas do Homem, mas tendo em consideração a preservação dos ecossistemas naturais.

(VOLTAR)

Fontes energéticas Sistemas de conversão de energia Transporte e armazenamento de energia Equipamentos Utilização racional de energia Edifícios energéticamente eficientes Segurança

Desenvolvido por
Assec Sim!Assec Sim!